Notícias

FAAMA estabelece parceria com Ministério Público de Benevides

Após o estabelecimento de uma parceria entre a Faculdade Adventista da Amazônia (FAAMA) e o Ministério Público (MP) de Benevides, os alunos do Colégio da Faama passaram a participar de uma série de palestras que são fruto deste acerto. O propósito é que as duas entidades atuem colaborativamente na comunidade.

Na última quarta-feira, 27, a assessora do MP, Glória Rambo, orientou alunos do Ensino Médio em relação à planos de carreira. Ela compartilhou sua experiência na área do Direito até alcançar sua meta pessoal de trabalhar no MP.

Os estudantes do Ensino Fundamental II recebem na sexta-feira, 1, a promotora de justiça, Fábia Mussi de Oliveira Lima. Ela deverá falar com os adolescentes sobre o impacto do bullying em crianças e adolescentes até a vida adulta.

Segundo a diretora do Colégio da Faama, Tânia Miranda, estas palestras e visitas tem grande impacto nos alunos. “São pessoas que trabalham diretamente com a lei. São autoridades. E autoridades neste porte acabam sendo mais considerados são depoimentos de muito peso para o aluno”.

A devolutiva da colaboração destes profissionais no preparo dos alunos está ligada a projetos de cunho social na comunidade como esclarece, a diretora. “Nós estamos lançando um projeto em março em que os alunos vão arrecadar dinheiro. Metade deste valor vai para projetos locais da igreja. A outra metade vai para o projeto do Ministério Público de um instituto que atenda mulheres vítimas de abuso doméstico. Além disso, vamos oferecer também uma ajuda de mão de obra. Seja pintando paredes, providenciando mobiliário ou realizando a limpeza deste centro de atendimento, queremos estar envolvidos e envolvendo nossos alunos”, explicou.

Para Tânia, a proximidade da instituição com órgãos públicos é uma forma de atender um chamado. “Assim como nós precisamos de parcerias como esta pra nos ajudar, a Faama quer contribuir com a sociedade no que for preciso. Faz parte da nossa missão. Nosso desejo em 2019 é que a FAAMA saia por estes portões e vá onde as pessoas precisam de nós, seja com alimento espiritual, alimento material, com tudo que for possível”.